8ª Edição - Especial Simpósio

Novas abordagens terapêuticas para o câncer de pele mais agressivo

por: Grupo Oncoclínicas
Novas abordagens terapêuticas para o câncer de pele mais agressivo

Comissão científica

Bruno Ferrari
Bruno Ferrari
Carlos Gil
Carlos Gil
Paula Ugalde
Paula Ugalde
Sérgio Azevedo
Sérgio Azevedo

Colaboradores

Rodrigo Perez Pereira
Rodrigo Perez Pereira

Os avanços recentes nas alternativas terapêuticas para pacientes com câncer de pele mais agressivo, como o melanoma cutâneo estádio III ou o melanoma metastático com BRAF mutado, foram destaque no painel de Pele do 8º Simpósio Internacional Oncoclínicas, realizado neste ano de forma virtual. No melanoma grau III, os últimos cinco anos foram de intensa incorporação de novas opções de tratamento, incluindo terapia-alvo e imunoterapia. O coordenador do módulo, Rodrigo Perez Pereira, oncologista clínico da Oncoclínica Porto Alegre (RS), destaca um período recente de muitos avanços na área, com significativa melhora no prognóstico dos pacientes. “Foram pelo menos quatro ou cinco anos de aprovações importantes no tratamento de pacientes com melanoma estádio III, incluindo imunoterapia e terapia-alvo”, comenta, acrescentando que, desde 2015, pelo menos três importantes opções de tratamento foram incorporadas à pratica clínica – duas em imunoterapia e uma em terapia-alvo.

Acesse o nosso site e confira essa reportagem e a cobertura completa do 8º Simpósio Internacional Oncoclínicas

Acesse o artigo completo deste estudo
Download
Compartilhe
Ou compartilhe o link
Link copiado para sua área de trabalho.L
Clique aqui e fale direto com a OCPM