METÁSTASE

Designação dada à formação de uma nova lesão neoplásica, a partir de um tumor originário de outro órgão. As células tumorais do tumor inicial (tumor primário) se desprendem e chegam a outro local do organismo através da circulação linfática ou da corrente sanguínea. Nesse outro local, as células cancerígenas fixam-se e desenvolvem-se, formando a metástase. As metástases em linfonodos são chamadas de metástases linfonodais. As metástases em outros órgãos são geralmente chamadas de metástases à distância. Entre os principais órgãos que podem ser sede de metástases estão:

Pulmões;
Fígado;
Ossos;
Cérebro.
Assim, quando um tumor é diagnosticado, muitas vezes são realizados exames para averiguar a presença ou não de metástases nesses órgãos. Esse procedimento é conhecido como estadiamento.
Existe uma situação especial em oncologia, na qual são detectadas metástases, sem que seja encontrada a sua origem (tumor primário). Essa situação é geralmente designada como “metástases de primário desconhecido”.

Compartilhe
Ou compartilhe o link
Link copiado para sua área de trabalho.

Glossário

Este conteúdo faz parte do glossário Oncoclínicas com todos os termos relacionados a Oncologia e seus tratamentos.
Saiba mais