MARGEM CIRÚRGICA

Após a retirada do tumor por cirurgia, é necessário definir se todas as células tumorais foram completamente removidas. Para isso, o médico patologista observa ao microscópio as bordas da porção de tecido retirada na cirurgia. Essa observação define a margem cirúrgica:

Nos casos em que não há células tumorais nas proximidades das bordas do tecido retirado, as margens são classificadas como negativas;
Nos casos em que há células tumorais nas imediações das bordas do tecido retirado, as margens são classificadas como exíguas;
Nos casos em que há células tumorais na borda do tecido retirado, as margens podem ser classificadas como coincidentes, focalmente comprometidas ou positivas, dependendo da extensão da presença tumoral nas bordas.

Compartilhe
Ou compartilhe o link
Link copiado para sua área de trabalho.

Glossário

Este conteúdo faz parte do glossário Oncoclinicas com todos os termos relacionados a Oncologia e seus tratamentos.
Saiba mais